Entre Elas,  Outros,  Variados

Mudar?! Eu?! Porque?!

 

Nossa “DR” de hoje começa cheia de dúvidas minhas, e as de muitas de vocês.

 

Mudar?! Eu!? Porque?! Até que ponto temos realmente que mudar por algo ou alguém?!

 

 


Sinceramente até hoje não consigo compreender porque temos sempre que mudar algo em nós ou na nossa vida para tentaaar, vejam bem, tentar agradar alguém. 

 

Ok, não somos perfeitos, e nem queremos ser, aliás, já tivemos essa conversa, lembram?! 

 

Acho engraçado que quando começamos a nos relacionar com alguém, é sempre tudo perfeito. 

 

Nós somos perfeitas, nosso trabalho é perfeito, nossos amigos são suuuper legais, jantar com a nossa família é uma delícia, ir aquele bar que nós adoramos é o ambiente perfeito… começou a namorar, ou a relação ficou um pouco mais séria, pronto! Tudo muda, e sua vida que era “escândaloooo” passa a ser toda errada, e mais, você passa a ser errada também.

 

Começam as cobranças por milhares de mudanças, que pera lá! Não somos obrigadas a ter, somos?!

 

Concordo que temos que nos adaptar sempre, que é legal mudarmos para melhor e que se isso pode ser feito, porque não?! Mas, como podemos ter certeza que o outro aponta como defeito, é realmente um defeito?!

 

Já sofri com isso, já pensei muito nisso, e cheguei a uma única conclusão: 

 

Quem decide o que é certo ou errado em nós, somos nós mesmas.

 

Não adianta. Se não for assim vamos ficar o tempo todo tentando ser o que as pessoas querem que sejamos, e não o que somos realmente.

 

Sinceramente, adoro o que sou hoje, e você também devia adorar o que você é! Afinal, só nós sabemos cada tropeço que nos fez chegar até aqui, né?!

 

Agora, prestem atenção:

 

Estou falando de mudar! Mudar de rotina, de emprego, mudar seu jeito de ser diante de tudo e de todos. Isso não quer dizer que relacionamento não exija uma certa “adaptação” que também pedem algumas mudanças de comportamento. Mas estas devem ser leves, naturais, e não impostas por ninguém.

 

Sentir vontade de mudar é um direito seu! (Não uma obrigação!)

 

Fiquem atentas ao que as pessoas que realmente amam vocês (pais, amigos, irmãos…) dizem sobre aquele “defeitinho” que seu namorado diz ser horrendo… e ai, veja se ele é realmente passível de mudanças, digamos assim.

 

Ser você mesma, seja qual for a situação, é sempre a melhor coisa a ser feita. 

 

E vocês?! Já passaram por isso?! E o que fizeram?!

 

Beijooooos muito bem resolvidos, e até a semana que vem!

Criou o EuCapricho.com em Agosto de 2007 para compartilhar dicas de moda e beleza.

19 Comentários

  • Angélica

    Já sofri muito com isso sim viu, Cat…um (graças a Deus) ex-namorado meu, namorava a muito tempo (9 anos), e terminou pq estávamos saindo (a coisa já começou errado)…mas ela é totalmente submissa a ele…é Deus no céu e ele na terra…amém pra tudo que ele diz…e a coisa começou bem…eu sendo eu mesma…aí começou…de pouco em pouco comecei a mudar por causa dele…e ele não fazia nada pra se adaptar a isso…passou o tempo…no fim do namoro…1 ano e meio depois…cega…eu tava igualzinha ela…igual não vai…mas tava quase lá…ele tava quase conseguindo me deixar igual ela…pq era assim que ele gostava…até que eu resolvi colocar um ponto final…não me sentia mais bem…não me sentia bem comigo mais…era tristeza o tempo todo e resolvi colocar um ponto final nisso tudo…falei pra ele que se ele queria alguém igual a ela…era melhor ficar com ela mesmo, pq eu não ia corresponder as expectativas dele mesmo…ela não parava de ligar e mandar msg pra ele mesmo (durante 1 ano e meio em)…

    até que a gente terminou…e depois acabei descobrindo que ele ficou com ela durante o namoro todo nosso…e hoje estão juntos de novo…

    eu voltei a ser quem era…reconquistei todos os meus amigos de novo (sim…de novo…ele me fez perder a amizade com TODOS)…hoje estou junto com uma pessoa que me aceita do jeito que sou…sem tirar nem por nada…

    lógico…a gente sempre se adapta pra evitar discussoes desnecessárias…mas nada a ponto do que passei…

    Graças a Deus eu tive tempo de abrir meu olho…e hoje sou, MUITO FELIZ!!!!

    Ser submissa a alguém, NEVER…

    Beijoooo…

    Luiza Gomes respondeu:

    Isso ai Angélicaaaa!!!! Nada de abrir mão da sua vida por ninguém! As pessoas tem que vir para somar, e não o contrário! ;)))) beijooooooos

  • Mayara Ranielle

    Adorei sua matéria ( aliás todas são super interessantes), pois nos faz pensar em certas atitudes que fazemos, e que sempre acontecem na nossa vida.
    Adoro suas matérias. Está de Parabéns.
    E sobre essa matéria de hoje, bom penso parecido com vç, não devemos mudar por causa de uma relação, devemos mudar quando nós mesmas acharmos necessário.

    Luiza Gomes respondeu:

    É isso ai Mayara! Muito obrigada! Beijinhoooooos

  • Luanasilvabio

    concordo quando diz que devemos nos adaptar. em um relacionamento devemos adaptar às manias do outro e vice versa. Agora mudar…. só se for pra melhor. Mas como assim melhor? pra mim ta tudo otimo. não posso agadar a todos! Por a cabeça no travesseiro e analisar seu comportamento diante das pessoas que são importantes em nossa vida é uma ótima idéia. Com essa correria louca que temos, picos extremos de estress, hormonal não nos damos conta de que algo está afastando pessoas que amamos.
    Sempre digo: ninguem é dono de ninguem.
    E sempre satisfazer as vontades do outro, nem sempre é a coisa certa. vc tem que ter um tempo so pra si, nao esquecer que muitas pessoas que estao em nossas vidas são passageiras. mesmo que tenha em mente viver para sempre ao lado dela. E se mudar sempre a sua personalidade para  agradar os outros, nunca saberá quem realmente és.
    Nossa que desabafo!
    lindaaaaaaaaaaaaaaaa bjsssssssssssssssssssssssssssssssssssss

    Luiza Gomes respondeu:

    Ahahahahahahhahahaha isso ai Luana!!!!! Esse espaço é para nossos desabafos mesmooooo!!!! ;))) beijooooos

    Luiza Gomes respondeu:

    rsrsrsrs ebaaaaaaaa!!!
    bjsssss Catarina! ;)

  • Thais

    Estou passando por isso neste exato momento!
    Reencontrei um amigo dpois de anos… e o fulano se declarou na lataaa! Eu não esperava, mas não dispensei o moço! Resolvi me aproximar e conviver mais de perto pra ver no isso ía dar… e para minha surpresa, o tal fulaninho começou a ter crises por conta dos meus amigos, sendo q até então não temos compromisso nenhum! Peralá… meus amigos sempre estiveram ao meu lado, nos momento bons e ruins, e agora vou virar as costas por conta de um cara? Jamais!!!
    Concordo que num relacionamento algumas posturas devem mudar… mas o parceiro deve vir pra somar, e não pra nos isolar do resto do mundo… mudanças sutis sempre acontecem, mas não me force a ser quem não sou!
    O amor próprio em primeiro lugar, certo?
    Bjim proceis… =)

    Luiza Gomes respondeu:

    Certíssima Thaiss!!!!! Se não é para somar… não é para nós! ;))))

  • Natália Carioca

    Olha Catarina, vou ser franca contigo. Você tem um amadurecimento estonteante. Nossa, parabéns de coração. Me identifico com todos os seus textos.. todos mesmo. sou sua seguidora fiel. Além de ser fiel também ao Eu Capricho e a Luiza. Fico muito escondida porque não tenho face e nem gostaria de ter, mas me interesso muito pelos assuntos aqui desde este seu amadurecimento compartilhado até aos esmaltes lindos que a Luiza passa.
    Obrigada por compartilhar suas conquistas.

    Um grande beijo

    Natália Carioca

    Luiza Gomes respondeu:

     Ahhhhh Natália… obrigada você linda!!! Obrigada mesmo! <3

  • Juliana Costa

    Catarina, seus posts estão sendo perfeitos pra mim, eu namorava a 7 anos (sim isso mesmo 7) e o traste me deixou com o seguinte termo: Eu não estou mais feliz do seu lado e quero ficar sozinho. Porém exatamente 3 dias atrás ele estava na minha casa passando o final de semana, se divertindo e comemorando o aniversário dele. Eu surtei…passei por muita coisa ruim e hoje (fazem pouco mais de 2 meses que não estamos mais juntos) sinto que vou adquirindo força a cada dia que se passa, era como a Angélica falou no comentário abaixo, era Deus no céu e ele na terra….e eu mudei muito….mudei pra ter dedicação total a ele, e foi justamente ai que eu errei, hoje, corro atrás do prejuízo, refazendo amizades, saindo pra lugares novos, fazendo o que não fazia com ele (ir a praia).
    Não vou ser hipócrita de dizer que não esta doendo mais porque ainda está, mas hoje eu ME encontro cada vez mais, e Deus com certeza voltará a me fazer sorrir.

    MUITO OBRIGADA PELAS SÁBIAS PALAVRAS.
    VC NÃO TEM IDEIA DO QUÃO BEM ELAS FAZEM PRA MIM

    UM ENORME ABRAÇO!!!

    Juliana Costa.
    Recife – Pernambuco 

    Luiza Gomes respondeu:

    Que bom saber disso Juliana! Obrigada você por estar sempre por aqui.
    E é isso mesmo, eu sei que dói… e comoooo dói, mas… a vida segue, e se não pararmos para sofrer, a cada dia a dor vai amenizando e descobrimos que o mundo é muito maissss do que pensamos que fosse!
    Continue assim, firme e forte!!!!
    Beijoooooos

    Luiza Gomes respondeu:

    Julianaa, pode ter certeza que alguém muito mais especial vai entrar no seu caminho…e vc vai ser muito feliz…esse seu ex namorado não é o primeiro nem o ultimo homem q vai fazer isso…

    Dói…mas acredite…logo vc vai dar Graças a Deus por ter se livrado de uma encrenca…

    Só não entendi a parte de ele passar o final de semana na SUA casa comemorando o aniversário DELE…que sem noção…

    Fica bem…

    Beijo…

  • Thata Chaves

    E mais uma vez um Post fantástico, eu amo essa Tag é fantástica, me identifico muito com tudo o que você diz, penso exatamente igual em muitos aspectos e apesar de nunca ter passado por uma situação igual a descrita, concordo plenamente em gênero, número e grau!
    Adaptação é necessária mas, mudança só se eu quiser e achar que devo mudar, principalmente aquilo que está na minha essência, isso não deve ser mudado!

    Luiza Gomes respondeu:

    Isso ai! Obrigada Thataaaa!!! :))) Beijoooos

  • Carla Mariano

    Eu não sei mudar, e isso pode ser algo positivo sobre mim. Não sou intransigente, sei reconhecer erros e sei quando preciso melhorar algum aspecto de convívio, mas mudar minha essência, meus gostos… não é pra mim.
    Eu sempre fui considerada a louca da família, porém sou a mais estabilizada, tanto emocional quanto financeiramente. 
    Eu com minhas tatuagens, casei com um homem super certinho, cuja família me julgou por estilo e desenhos na pele, e hoje essa família me ama com tamanha alegria (e eu os amo muito), pois viram que minha pele, roupa e aparência não muda o que eu sou, o meu caráter, o meu coração e minha fé!

    É triste quando a pessoa vira um robozinho e passa a tentar ser algo pra agradar né?
    Somos o que somos, capazes de fazer tudo, desde que isso não cause mal algum a ninguém né?

    Beijo grande minha linda :D
    Carla Mariano
    @MaosLindas:disqus

  • Lis

    Estou passando por isso no momento. Namoro à 8 meses com um cara bem mais velho, mas quanto a idade, nunca liguei aliás, são só números quando os dois se gostam. 
    Mas desde o começo,ele sempre colocou limites em mim,ditou regras sobre minhas amizades e etc. Acho que errei no começo, quando me submeti a isso…Hoje já estou adaptada a ele, mas sinto que estou errada por isso. Minha roda de amigos diminuiu MUITO, até porque estou em uma cidade nova, onde já não conhecia muita gente e os que conhecia, ele me privou. Gosto muito dele e faço de tudo pra evitar desentendimentos e brigas (o que nos primeiros 5 meses, acontecia sempre). Só agora estamos em paz…Foi difícil,mas passamos por muita coisa ruim  e pessoas tentando nos separar também, o que nos ajudava a ficar juntos rsss Eu sei que mudei e olhando agora, desaprovo várias atitudes minhas. Não vale a pena mudar tanto assim.  Mas talvez tenha sido também por estar em um período de mudança total, cidade/estado, amigos, trabalho, até a família mudou rs e o principal, o namorado hhahaha. Enfim, adoro teus posts Catarina, sempre fala algo que faz parte da minha vida, parabéns ;)

  • Ninykuky

    Concordo! Não consigo entender mto bem essas coisas de mudança! Não acho certo querer mudar a pessoa. No começo vc não se apaixona pela pessoa exatamente pelo que ela é ?! Então pq depois que esta junto quer muda-la? Se adaptar é uma coisa, agora querer modelar a pessoa ao seu jeito é outra! O certo para mim é nos adaptarmos para melhorar a relação, agora quando começa a exigir mta mudança, acho que chegou a hora de mudar o parceiro ou a parceira….

    Mto obrigada pelos post’s sempre me identifico mto! Beeeijos Aline.
     

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *